atendimento calendario especialistas especificacao foco instaladores materiais ph_phone ph_title_graph_left ph_title_graph_right produtos

Queijo de cabra, e de cabra chique

21 de outubro por Equipe Panela Candanga

Nada de queijo francês! Aqui é queijo legítimo de Brasília

Basta ter só um pouquinho de iniciativa própria para encontrar aqui na nossa cidade produtos que não devem em qualidade para nenhum outro do mundo. Quando se fala em queijo, principalmente em queijo de cabra, imediatamente achamos que, para se deliciar com um bom de verdade, é necessário fazer as malas e partir pra França. Ledo engano!

Aqui em Brasília, é possível encontrar o legítimo queijo de cabra, e o melhor, sem aqueles milhares de aditivos químicos que acabam com a graça de qualquer alimento. Tá achando impossível? Tudo isso é possível se buscarmos os produtores locais.

Armando Sobral é um deles. Sempre interessando pela criação de cabras, após a sua aposentadoria, o jornalista decidiu profissionalizar seu “passatempo”, e sua cabra virou chic. “Eu crio, na minha propriedade em Luziânia, a raça de cabra Anglo Nubiana. É uma raça rústica e de dupla aptidão, excelente na produção de leite e de carne, o cabrito é saboroso e possui a carcaça bem recheada”, explica Armando.

Atualmente, o produtor cria 200 animais, de todas as idades, e possui 40 cabras lactantes, das quais ele retira 110 litros de leite por dia. Sua fazenda tem capacidade para processar até 300 litros de leite, mas o que mais chama a atenção é outro detalhe.

“Tudo aqui é feito, logicamente, dentro das normas de higiene, mas nós focamos muito no bem-estar animal. Todos aqui são alimentados com comida de qualidade, saudável e com as quantidades necessárias de cada nutriente. Nossas cabras e cabritos comem capim tifton, selagem de milho, feijão guandu, abóbora… Tudo isso é essencial para a saúde deles e acaba, também, interferindo positivamente na qualidade dos nossos produtos”, comenta.

Hoje, a Cabra Chic, marca de Armando, produz diversos tipos de queijos com o leite de cabra, como ricota, boursin, frescal, meia cura, montanhês, sardo e o demi-chèvre, feito com queijo de cabra e de vaca.

“Além disso, a gente procura inovar. Temos aqui o boursin temperado com alho, pimenta calabresa, ervas finas ou dedo de moça com mel. E também desenvolvemos algumas receitas, como cheesecake e pudim e vamos trazer, em breve, o pão de queijo de cabra.”

Marcado pelo sabor forte e inconfundível, o Cabra Chic prefere ficar só com o inconfundível. Um dos grandes diferenciais é a criação separada de cabra e do bode, pois é o bode que passa o cheiro forte para o leite, deixando o queijo com o odor característico da maioria das marcas.

Os queijos de cabra conquistaram consumidores e chefs locais, mas Armando vai ainda mais longe nessa relação. “Temos agora uma nova mentalidade, o conceito do Slow Food, o produtor perto do consumidor, comida fresca, saudável… Isso permeia o circulo gastronômico de Brasília, e nós, como capital, precisamos mostrar esses avanços e qualificar o setor da gastronomia para todo o país desperte para esse proveito.”

Esse queijo você sempre encontra em algum prato do Universal, Baco ou Dom Francisco.

Ficha técnica

Onde encontrar: Ceasa – DF, Mercadinho do Brasília Shopping, pratos em diversos restaurantes da cidade
Onde é produzido: Luziânia, fazenda próprio do produtor
Valor médio: Varia de R$ 70 a R$ 100 o quilo
Armazenamento: Refrigerado

Remodal